7 Filmes inspiradores com lições valiosas

    Filmes inspiradores: Intocáveis

    Filmes inspiradores podem até ser vistos como uma espécie de autoajuda. Porém, mais do que afirmações fáceis de repetir, mas impraticáveis, eles trazem histórias que podem ser interpretadas de diferentes formas, sempre se adaptando à interpretação do espectador.

    As armadilhas da indústria da autoajuda foram tema do episódio da semana no podcast Sex and the Flix, que você pode ouvir no Spotify e no YouTube. Alguns destes filmes foram citados no episódio por serem exemplos que para algumas pessoas funcionam. Porém, lembre-se que a duração de aproximadamente 2h não condensa toda a dificuldade e nem toda a trajetória destas personagens. Alguns processos de cura ou de realizações podem levar anos ou décadas, por isso, muito cuidado com a impaciência. Tudo parece muito mais fácil nos filmes.

    Veja a seguir alguns filmes com mensagens bacanas que podem te inspirar:

    1. Rocky: Um Lutador

    A história de Rocky se passa em um período muito curto e contou com alguns elementos de sorte, é verdade. No entanto, em vez de ter a ver com a jornada de toda uma vida, a mensagem de Rocky: Um Lutador tem muito a ver com aproveitar as oportunidades que a vida lhe dá e ser perseverante. Rocky (Sylvester Stallone) era um boxeador local que se vê desafiado pelo maior astro do esporte: Apollo Creed (Carl Weathers). Em um período de pouco mais de um mês ele se prepara para pelo menos não fazer feio diante do campeão. A vitória nem é o objetivo principal do atleta, mas resistir a todos os rounds de forma digna.

    Além da ficção, Rocky é uma história de sucesso do próprio astro Sylvester Stallone, que além de estrelar escreveu o roteiro do longa. Ele escreveu o roteiro baseado em suas próprias frustrações na carreira de ator. O roteiro foi rejeitado repetidas vezes até ser aprovado meio que por acidente. O resultado: 10 indicações ao Oscar, 3 dos quais foi vencedor – incluindo Melhor Filme e Direção – e uma carreira de sucesso para o astro.

    Rocky: Um lutador

    2. À Procura da Felicidade

    Inspirado na história de Chris Gardner, que se tornou um homem de sucesso no mundo dos negócios, o filme estrelado por Will Smith retrata os perrengues pelo qual um vendedor passa ao se ver abandonado pela esposa, responsável pela criação do filho e evadido de sua casa. Apesar de que “felicidade” possa ser facilmente substituída por “dinheiro” no título do filme, a principal mensagem do filme é a da perseverança. Claro, o filme é todo moldado em algoritmos pra arrancar lágrimas do público, mas traz aquela luzinha no fim do túnel, de não se deixar abater por todas as desgraças que surgem pelo caminho.

    Filmes inspiradores: A procura da felicidade

    3. Sociedade dos Poetas Mortos

    Sim, eu sei, a simples presença do Robin Williams já dá vontade de chorar com este filme. E além disso a história tem umas passagens de arrancar lágrimas também. Mas há uma mensagem que se pode extrair da chegada do professor John Keating (Robin Williams) ao colégio Maverick. Ao apresentar aos alunos os preceitos da Sociedade dos Poetas Mortos, Keating instiga seus alunos a desafiarem o status quo. Em uma instituição com tantos alunos pressionados a se tornarem homens de negócios bem-sucedidos, o professor relembra os jovens da beleza das artes, de como elas são importantes para a experiência humana e que não somos robôs criados apenas para satisfazer as expectativas do que nossos pais ou o que a sociedade espera de nós.

    Sociedade dos poetas mortos

    4. Antes de Partir

    Edward (Jack Nicholson) e Carter (Morgan Freeman) são dois pacientes terminais de personalidades e contas bancárias bem diferentes. Eles se conhecem durante seus tratamentos no hospital e decidem passar seus últimos meses de vida cumprindo uma lista de coisas extravagantes a serem feitas antes de morrer – em vez de apenas definharem com seus tratamentos repletos de efeitos colaterais terríveis. Claro que a iminência da morte e a conta bancária de Jack deixam tudo muito mais empolgante e luxuoso, porém, o filme tem uma mensagem muito séria de aproveitar o tempo em que você está aqui – e estamos falando do hoje, não de esperar chegar perto do fim da vida. A vida é curta demais pra só pagar boleto e passar raiva no trânsito.

    Antes de partir

    5. Intocáveis

    Ok, temos mais um personagem com conta bancária exorbitante, mas vamos tentar manter o foco na mensagem de Intocáveis. Philippe (François Cluzet) é um milionário que fica paraplégico, deprimido e precisa de um novo cuidador. Driss (Omar Sy) só queria uma assinatura para que pudesse voltar a receber o seguro-desemprego sem precisar trabalhar. De alguma forma, ele se torna o cuidador de Philippe por um período de três meses, ao fim do qual ele pode decidir se quer continuar trabalhando lá. As personalidades conflitantes dos dois criam uma dinâmica bem legal: Driss ensina Philippe a aproveitar melhor a vida, apesar de sua nova condição, ao mesmo tempo em que o emprego torna Driss mais responsável e preocupado com seu futuro. A mensagem aqui pode ser tanto a de aproveitar melhor a vida, a da importância dos amigos em nossa jornada, como a de deixarmos nossos preconceitos de lado, sairmos da nossa bolha e nos mostrarmos dispostos a aprender um pouco com alguém que é tão diferente de nós. Esta última talvez seja a mais valiosa para os dias de hoje.

    Filmes inspiradores: Intocáveis

    6. Gênio Indomável

    Mais uma vez Robin Williams no papel de mentor de um jovem perturbado. Will Hunting (Matt Damon) é um zelador com uma capacidade incrível de resolver problemas matemáticos. Porém, ele está bem perdido na vida porque mora em um bairro bem violento e frequentemente ele participa das pancadarias, principalmente quando envolve defender seus amigos. A mensagem aqui também tem muito a ver com romper expectativas sociais: não é porque você foi criado em condições adversas que precisará estar sempre naquele ambiente. Alguns talentos e habilidades podem ser aproveitados justamente para buscar uma vida melhor. Porém, envolve também o dilema do que realmente queremos para a nossa vida: perseguir uma carreira ou estar perto de quem gostamos (isso quando conciliar os dois não é uma possibilidade, é claro).

    Gênio Indomável

    7. A Corrente do Bem

    Separe o lenço porque este aqui é de fazer chorar pelo bem e pelo mal. Como projeto de escola, o pequeno Trevor (Haley Joel Osment) desenvolve uma iniciativa ambiciosa: uma corrente do bem. A ideia é simples e bem melhor do que corrente de WhatsApp: você precisa fazer algo não apenas bom, mas que salve ou mude a vida de alguém para a melhor. Porém, para ser ajudado você precisa se comprometer a fazer o mesmo por mais três pessoas, criando uma rede de ajuda entre pessoas capaz de atravessar o país. A mensagem óbvia é a de não apenas retribuir o bem que recebemos, mas da nossa missão em propagá-lo, promovendo um mundo mais solidário. Porém, o filme também tem uma mensagem bem realista e desagradável: o karma aparentemente não existe e só fazer o bem não vai te proteger do mal do mundo. Triste, porém realista.

    Filmes inspiradores: A corrente do bem

    Leia também: 10 Frases inspiradoras de filmes para começar bem o ano

    Imagens: Metro Goldwyn Meyer / Columbia Pictures / Touchstone Pictures / Warner Bros. / Gaumont – Quad / Miramax Pictures

     

    Compartilhe: