Calvin e Haroldo de Bollywood

    Ao contrário de Argo, a distribuição de As Aventuras de Pi nos cinemas brasileiros foi muito mais generosas. Tínhamos cópias legendadas, dubladas (até demais), 2D e 3D em todos os horários. Muitos de vocês tiveram a chance de assistir e podem concordar ou não comigo, então vamos lá.

    pi1

    O que é: A história de um menino indiano que sofreu muito bullying na infância por causa do nome “Piscine” (cuja piada só faz sentido em inglês) e buscou explicação em todas as religiões pra tanto azar (tá, não é bem por isso, mas faz sentido, não?). Quando já está mais crescidinho, ele e a família embarcam pra América (olha a Glória Perez aí gente!) com os animais do zoológico. Pi sobrevive a um naufrágio com o tigre Richard Parker, sobrevive, mas não conta o segredo da barba não ter crescido nesse tempo.

     pi2

    O que eu acho disso tudo: Apesar de enxergar as falhas do filme (roteiro com furos, elenco fraco…), fui assistir duas vezes. Não sei se foi o efeito Richard Parker, a estética do filme ou a mensagem final (que é muito mais filosófica do que religiosa), mas As Aventuras de Pi conseguiu superar as minhas expectativas. A história de superação também inclui toda a equipe de produção, uma vez que a história foi considerada “infilmável”. Ang Lee tá de parabéns.

     pi3

    Indicações:

    Melhor Filme

    Melhor Fotografia

    Melhor Direção – Ang Lee

    Melhor Edição

    Melhor Trilha Sonora

    Melhor Direção de Arte

    Melhor Edição de Som

    Melhor Mixagem

    Melhor Efeito Visual

    Melhor Roteiro Adaptado

     

    Qual vai ser: As 10 indicações podem até dar a falsa impressão de que Pi vai papar tudo no Oscar, mas no máximo vai levar algumas categorias técnicas. Dificilmente leva alguma das principais, que devem ser divididas entre Argo, Lincoln e Os Miseráveis. Tem chances (e a minha torcida) pra levar Trilha Sonora e Efeitos Visuais.

    pi4

    Compartilhe: