O verdadeiro vencedor do Oscar 2016



    O que rolou no Oscar 2016 todo mundo já sabe: Chris Rock aproveitou a parada do #OscarsSoWhite pra fazer piada A NOITE TODA, Alicia Vikander fez a formanda de Pedagogia do início dos anos 2000, Mad Max papou meia dúzia de prêmio técnico (e só!), Sam Smith descobriu que não era o primeiro cara abertamente gay a levar um Oscar, Leo finalmente levou a estatueta e aproveitaram que depois disso ninguém mais tava prestando atenção e deram melhor filme pra Spotlight.

    Di Caprio no Oscar 2016

    Se vocês querem saber o que teve dessa vez, dá uma olhada aqui. A premiação tava tão chatinha que voltei a minha atenção pro que realmente interessa: a noite de vitória de 50 tons de cinza no Framboesa de Ouro.

    Assim como a vitória do Leo, essa aqui já estava garantida desde que lançaram o livro e nem pensavam em fazer o filme. I mean… alguém realmente achou que fosse sair algo bom daí? Se você não viu a primeira parte e quer munição pra xingar, dá uma olhada no resumão que já saiu aqui no Zinema.

    50 tons de cinza oscar 2016

     

    No total foram quatro prêmios, dentre os 10 distribuídos pela galera do Framboesa. Proporcionalmente falando, levou mais que Mad Max no Oscar. Sem contar que aqui a desonraria foi em categorias principais: Pior filme, Pior ator (Jamie Dornan), Pior atriz (Dakota Johnson) e pior dupla, pra fechar com coerência. Em segundo lugar ficou O quarteto fantástico, que levou três prêmios: Pior filme (dividindo com 50 tons), Pior remake ou sequência e Pior direção. Mas sério gente, quando inventaram de fazer filme do quarteto pela primeira (e segunda) vez já deu bomba. Da onde que tiraram que era uma boa ideia continuar apostando nessa franquia?


    Mas teve oscarizável sendo premiado também. Enquanto Eddie Redmayne ficou só sentadinho aplaudindo o Di Caprio no Oscar, ele podia ter comparecido ao Framboesa de Ouro (sdds Halle Berry) pra levar o prêmio de Pior ator coadjuvante por O destino de Jupiter. Da mesma forma o Stallone, que realmente acreditou que levaria o Oscar de ator coadjuvante (perdeu pro brilhante Mark Rylance) por interpretar DE NOVO o Rocky Balboa em Creed. No caso do Stallone ele realmente deveria ter trocado Oscar por Framboesa, já que ele levou um prêmio positivo (nos parâmetros do Framboesa, é claro). Ele se redimiu de ser o maior campeão do Framboesa de Ouro de todos os tempos pelo seu papel em Creed. Sem dúvida o prêmio mais importante da carreira dele.

     

    Stallone no Oscar 2016

    Compartilhe: