Os nerds finalmente se vingaram

    Antes vítimas de bullying e rejeitados na escolha dos times na educação física (bom, isso não mudou), os nerds de hoje finalmente conseguiram sua vingança. A figura daquele magrelo de óculos fundo de garrafa, camisa abotoada até o pescoço, calças “centropeito” e, consequentemente, mais curtas, deu lugar aos caras bacanas que carregam todo tipo de gadget cool e camisetas com piadas inteligentes.

    O fato é: ser nerd é legal. Antes eles eram discriminados por passarem tempo demais na frente do computador, hoje são eles que quebram os galhos dos amigos e salvam a vida da mulherada que não está tão incluída digitalmente. Prova disso, é o sucesso de séries como Big Bang Theory e da quantidade de não-nerds soltando “Bazinga” por aí.

    A revolução de hoje já havia sido anunciada em 1984 com “A vingança dos nerds”, que só não virou clássico da Sessão da Tarde porque tinha umas cenas mais pesadas. A história se resume à humilhação sofrida pelos CDFs naquelas fraternidades das universidades (é tanta letra grega que a gente até se perde). No filme eles dão a volta por cima e acabam pegando as mocinhas e deixando aqueles gigantes que jogam futebol americano pra trás. O estrago maior é feito em “A Vingança dos nerds III”, em que todos os nerds do país decidem entrar em greve ao mesmo tempo.

    Os nerds de hoje são cool e estão em filmes como “O virgem de 40 anos”, “Superbad” e “Kick Ass”. E o que aconteceria se, de repente, aqueles valentões decidissem se vingar? É essa a ideia da Warner, que está ventilando lançar “Revenge of the Jocks”. Na história, três homens que eram os galãs na sua época vivem em um mundo controlado por nerds (tipo o nosso) e decidem se vingar. A direção deve ficar por conta de Jeff Tremaine, que dirigiu Jackass 3D.

    O que eu acho de tudo isso? Bom, não sei se começo pelo plot ou pela direção. Não sei se um filme que caracteriza os nerds como vilões conquistaria a simpatia do público. Ontem eles foram vítimas e hoje são legais, mas disso até virarem os “bad guys” tem um longo caminho. Se a direção ficar mesmo por conta de quem teve qualquer envolvimento com Jackass, prepare-se para uma sequência de piadas de gosto duvidoso.

     

    Compartilhe: