Oscars Vorazes: Coadjuvantes

    Ele pode estar ali como quem não quer nada, pode só aparecer para dar um rasante e, às vezes, parece que carrega toda a história nas costas. E aí? Quais as suas apostas para os coadjuvantes do Oscar 2014?

    Melhor ator coadjuvante

     fassbender vs leto

    Michael Fassbender x Jared Leto

    Se tem uma coisa da qual não podemos nos queixar nesta categoria é de falta de boy magia: Bradley Cooper, Jared Leto e Michael Fassbender estarão lá para a nossa felicidade e os nossos úteros saltitantes! Nem interessa quem vai levar a estatueta pra casa!… ok, interessa sim! Os dois com grandes chances de levar roubaram a cena nas produções em que participaram. Jared Leto leva uma vantagem que vai de Blumenau ao Texas pelo papel de travesti soropositivo em Clube de Compras Dallas. Não foi só a transformação (e transfiguração) que dão suporte ao meu palpite, a atuação dele é de roubar a cena e comover até o mais homofóbico espectador.

    Do outro lado temos o… hmm… intenso Michael Fassbender e toda a tortura física e psicológica contra os escravos da sua fazenda. A gente consegue até ficar com raiva daquele corpo, o que não é tão fácil no meu caso.

    Zinema Awards: Nossa Senhora do Magneto que me perdoe, mas dessa vez meu voto não vai pro Michael Fassbender. Jared Leto é a constatação dramatúrgica de que travestchy não é bagunça! Comoveu, espantou e, nossa senhora do Magic Mike que me perdoe, é a melhor aposta em Clube de Compras Dallas. A história com Matthew McConaughey não seria a mesma sem o líder do 30 Seconds to Mars.

    Melhor atriz coadjuvante

     ?????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????

    Lupita Nyong’o x Jennifer Lawrence

    Uma das quedas de braço mais equilibradas do Oscar. De um lado, a nova queridinha da América, a Ellen Page que deu certo, a amigona de todo mundo e a pessoa que sambou na cara de todo mundo mesmo caindo um tombo no Oscar do ano passado: Jennifer Lawrence. Confesso que esse jeito legalzona dela me irrita um pouco e que o Oscar dela de Melhor Atriz por O lado bom da vida foi superestimado (aquele tombo foi recalque meu, cantado desde o tapete vermelho). Pode ver, em todo personagem que ela encarna, ela interpreta a si mesma. Com Trapaça não é diferente, maaas dessa vez a coisa dá certo e até eu me diverti horrores. Se levar neste ano será muito mais merecido do que o do ano passado.

    Por outro lado, temos a novata Lupita Nyong’o que já me chamou a atenção antes mesmo de eu assistir 12 anos de escravidão. I mean… o que era aquele vestido no Globo de Ouro? Djeevah é pouco pra ela! E nas telonas a competência foi até maior. Dificilmente uma atriz novata consegue me comover tanto (acho que a última foi Jennifer Hudson, que levou o Oscar). Assim como J. Law, ela tem um carisma fora de série e merece levar a estatueta.

    Zinema Awards: Por mais que J. Law e Lupita super mereçam e, se ganharem, terão meus aplausos, o meu coração pertence à velhinha desbocada de Nebraska. Às vezes a Academia nos reserva surpresas e a entrega da estatueta para June Squibb seria uma ótima recompensa pra quem fez a história de Nebraska ainda mais divertida e cativante. A cena no cemitério tira o peso de todo o drama experimentado até então e muda a nossa concepção sobre o que esperar de Nebraska dali em diante.

    Não esquece de dar uma espiada nos outros indicados aqui. Mentira, na verdade é aqui.

    Compartilhe: