Oscars Vorazes: Protagonistas

    Depois dos coadjuvantes, chegou a ver de quem serão os verdadeiros bambambans da noite. Quem carregou o filme nas costas e quem é a atriz fadada ao divórcio (tradição de quem leva a estatueta de Melhor Atriz).

    Melhor ator

    Leo vs Matthew

     

    Leonardo DiCaprio x Matthew McConaughey

     

    Pela 83748234732ª vez Leo tem a chance de levar a estatueta de Melhor Ator e pela 83748234732ª vez, ele corre o risco de sair com as mãos abanando. O motivo tem uma pronúncia esquisita e uma grafia que só agora aprendi a redigir sem pesquisar no Google: Matthew McConaughey. Os dois têm origens mais ou menos parecidas: lá pela década de 90 ninguém levava muito a sério por causa da alcunha de galã, mas é só isso. Nos últimos 15 anos, DiCaprio comeu muito feijão (muito mesmo), se esforçou e estrelou com muita competência produções de respeito (Aviador, Os Infiltrados, Diamante de Sangue e por aí vai…). Assim como nos sentíamos em relação à amiguinha dele de Titanic, está mais do que na hora de ele levar a estatueta dele. E não seria só por pena, a interpretação dele em O Lobo de Wall Street está divertida, comovente, espontânea e levou todo mundo a se sentir cativado por um picareta viciado como Jordan Belfort.

    Mas ele não contava com a astúcia do ator que, ironicamente, interpreta o mentor dele no filme: Matthew McConaughey vem com tudo no papel de Ron Woodroof, um caubói eletricista que luta pelo direito de usar (e vender) remédios que estão sendo testados contra os sintomas do vírus HIV. A atuação dele é realmente impecável, até porque estamos falando de um ator com um histórico bem fraco. Até pouco tempo, o único papel do Matthew McConaughey foi o de tirar a camisa e dar umas surtadas em todos os seus personagens. As surtadas estão lá em Clube de Compras Dallas, mas dessa vez vêm acompanhada de bom enredo, boa atuação e menos uns 20 kg. A Academia gosta de atores que se sacrificam desta forma pelo personagem e isso deve contar muitos pontos a favor dele.


    Zinema Awards: Leo, você não tem Oscar, mas já tem um Zinema Awards, viu querido? Desde antes da sua indicação já torço pelo momento em que você vai poder esfregar sua estatueta dourada na cara de todo mundo. Você achou que faltava apenas um vilão para o seu portfólio ficar completo. Passado Django Livre, a gente percebe que faltava mesmo O Lobo de Wall Street. I mean… quem é Jack Dawson perto de Jordan Belfort? E né, Academia? Vamos logo dar essa estatueta pra ele antes que ele realmente tire umas férias de Hollywood! Queremos mais DiCaprio nas telonas e nos nossos coraçõezinhos!

    Melhor Atriz 

    cate vs amy

     

    Cate Blanchett x Amy Adams

    Assim, só coloquei uma disputa aqui pra ser justa com as demais categorias. Se fosse um Chutão Zinema, o palpite seguramente ficaria com Ms. Blanchett e sua personagem tresloucada que revive diálogos e mistura remédios com álcool assim como misturamos aspirina efervescente com água. Blue Jasmine não é um dos filmes mais brilhantes do Woody Allen, mas tem lá seus méritos. Um deles: não escalar o roteirista e diretor para atuar (coisa que ele parou de fazer de uns tempos pra cá e todos nós o agradecemos por isso). Outro deles: escalar Cate pro papel dele na trama (sim, ele não atua, mas sempre tem um personagem que o encarna nos filmes, aprendemos a viver com isso).

    Quem poderia surpreender nessa é Amy Adams, que encarnou uma femme fatale em Trapaça. A nossa eterna princesa Giselle de Encantada é uma excelente atriz e mereceu todas as indicações que levou até aqui (foram algumas). Ao contrário do DiCaprio, acho que o momento dela ainda não chegou. Ela é muito boa, lindinha e tals, mas não me convenceu de que era o mulherão que esperávamos dela neste filme. Nem com aquela mania desagradável de esquecer de colocar sutiã em todos os figurinos.

    Se você está estranhando eu não ter colocado a Sandra Bullock aqui, é sinal de que você não é um leitor de carteirinha do Zinema. Sandra Bullock mereceu o Oscar que levou por Um sonho possível e só. Não tentem me convencer de que ela é uma atriz excelente e de que a atuação dela em Gravidade foi espetacular porque não foi. O filme tem só uns 90min de duração e eu passei cada um deles torcendo pra que ela morresse logo. Aliás, ela nem precisou atuar tanto, os efeitos especiais fizeram isso por ela.

    Zinema Awards: Cate Blanchett, né? Preciso explicar mais? Se desse uma zebra animal e a Judi Dench ganhasse eu não ficaria ofendida, até porque ela está fofíssima em Philomena. Mas né? Acho difícil… Ah! E se você está com a pontuação alta no cartão de fidelidade Zinema, já descobriu porque a Meryl Streep está indicada: sistema de cotas Meryl Streep. Não tem Oscar se ela não estiver indicada. Quero só ver em que embalagem de doce ela vai se inspirar pro vestido desse ano…

    Compartilhe: