Academia anuncia mudanças no Oscar 2020

    Mudanças no Oscar 2020

    A Academia de Artes Cênicas e Cinematográficas anunciou algumas mudanças no Oscar 2020 e confirmou: filmes da Netflix podem continuar concorrendo. A confirmação é importante pois, desde o sucesso de Roma na premiação deste ano houve um forte movimento em Hollywood para que barrasse produções em plataformas de streaming, como é o caso da Netflix. O argumento era de que filmes lançados em modesto circuito não poderiam concorrer à maior honraria do cinema. Ou seja, queriam reservar o mercado para grandes estúdios.

    Porém, como a Netflix já tem bastante produtor, diretor, atores e atrizes trabalhando em projetos deles, incluindo membros da Academia, o movimento perdeu força e a exigência de elegibilidade a Melhor Filme permanecem os mesmos. Para saber mais quais são os critérios para concorrer e vencer o Oscar clique aqui. Ou seja, os filmes ainda precisam ser exibidos em salas de cinema, já que a Academia considera isso parte da experiência de apreciação desta arte, mas não precisa ser em grande circuito. Pode deixar em cartaz uma semana lá e depois lançar na Netflix de boas.

    Mudanças no Oscar 2020

    Outras mudanças no Oscar 2020

    Algumas alterações anunciadas para a próxima edição:

    – A categoria de Melhor Filme em Língua Estrangeira mudará de nome para Melhor Filme Internacional. Os critérios de elegibilidade continuam os mesmos.

    – A categoria de Melhor Cabelo e Maquiagem terá cinco finalistas, dois a mais do que nos anos anteriores.

    – Foi excluída a regra de que, para existir a categoria de Melhor Filme de Animação, oito dos possíveis concorrentes precisam ter ficado em cartaz nos cinemas. O motivo é muito simples: sempre tem mais de oito filmes indicados que foram exibidos nos cinemas.

    – Os filmes indicados nas categorias de curta metragem (filme ou animação) agora podem ser exibidos nos cinemas tanto de Los Angeles como de Nova York. Antes a exibição em Los Angeles era obrigatória.

    Imagem:  Kevin Winter – © 2019 Getty Images

    Compartilhe: