Resumo da 1ª temporada de Dark

Resumo da 1ª temporada de Dark


 

Pensa numa série que dá uns nós bonitos na cabeça. Justamente por isso, é importantíssimo conferir um resumo da 1ª temporada de Dark antes de se aventurar pela segunda parte da série disponível na Netflix. Seja pela linha temporal nada linear e pelas complicadas ligações das famílias, esta série alemã já é complicada de acompanhar ao vivo, imagina tentar lembrar de tudo! Mas a gente vai tentar facilitar as coisas pra que você não precise rever tudo de novo.

Resumo da 1ª temporada de Dark

 

Plot e datas importantes

 

A primeira coisa que a gente precisa lembrar é que Dark começa no presente (2019) em uma cidadezinha alemã chamada Winden. A principal atividade de lá é uma usina nuclear e o que coloca tudo em movimento é o desaparecimento de um menino chamado Mikkel Nielsen (coincidentemente no mesmo dia da estreia da 2ª temporada).

O desaparecimento de Mikkel na verdade ocorreu por causa de um buraco de minhoca (se você não conhece este conceito clique aqui) provocado por algo relacionado à usina nuclear, que teve um acidente em 1986 (alô Chernobyl!), o que fez com que Mikkel fosse para o passado, neste exato ano.

 

 

Todos os eventos em Dark ocorrem com um salto de 33 anos, portanto, os anos importantes para a história são:

1953 – Construção da usina, fundada por Bernd Doppler.

1986 – Acidente nuclear e ano para o qual Mikkel “viaja”. Nesta época os pais dos adolescentes do presente têm suas histórias exploradas.

2019 – Presente, quando Mikkel desaparece, Michael (pai de Jonas) comete suicídio e a maioria das coisas vêm à tona.

2052 – Futuro ainda pouco explorado mas é o ano de onde vem um homem misterioso, que vamos chamar de “Estranho”, e uma idosa Claudia Tiedemann vem para tentar consertar as coisas (já vamos lembrar quem ela é).

 

As famílias de Dark

 

Os Nielsen

Vamos começar pela família de Mikkel. Ele tem dois irmãos mais velhos: Martha e Magnus. Também é filho de Katharina (a diretora do colégio) e Ulrich, um policial que tem um caso com Hannah Kahnwald (já chegamos lá) e que, em 1986, também teve um irmão desaparecido, Mads, em circunstâncias parecidas com as de seu filho.

Resumo da 1ª temporada de Dark

 

Os Kahnwald

A temporada começa com Michael Kahnwald cometendo suicídio. Ele era casado com Hannah (que tem um caso com o Ulrich ali de cima) e deixa um filho chamado Jonas, ex-namorado de Martha Nielsen (irmã de Mikkel). A mãe de Michael se chama Ines, que esconde sua carta de suicídio de Jonas. Mas o Estranho dá um jeito de entregá-la. Nela, Jonas descobre que seu pai era na verdade o Mikkel que tinha viajado para 1986 e que tinha sido adotado por Ines. Mais pra frente, vamos descobrir que o próprio Jonas era o tal do Estranho, vindo do futuro de 2052. Lembra que Jonas é ex da Martha? Então, na verdade ele estava namorando a tia (alô Game of Thrones).

Resumo da 1ª temporada de Dark

 

Os Tiedemann

Atualmente Aleksander Tiedemann é o diretor da usina nuclear. Ele é casado com Regina (dona do único hotel da cidade) e os dois têm um filho chamado Bartosz, atual namorado de Martha e melhor amigo de Jonas (sim, mesmo pegando a ex do cara). Regina é filha de Claudia Tiedemann, que era diretora da usina em 1986 e que agora vem de 2052 pra tentar consertar as coisas. Quando mais nova, Claudia era tutora de Helge Doppler, filho de Bernd, fundador da usina. Ela também é filha de um policial chamado Egon Tiedemann, de quem vamos falar mais pra frente.

Resumo da 1ª temporada de Dark

 

Os Doppler

Bernd era o fundador em 1953 e seu filho, Helge, é o pai de Peter Doppler, casado com Charlotte, a atual chefe de polícia de Winden. Os dois têm duas filhas: Franziska (namorada de Magnus, irmão de Mikkel) e Elisabeth, que é surda e também teve outro amigo desaparecido da mesma forma que Mikkel. Charlotte é neta de H.G. Tannhaus, um relojoeiro que escreveu um livro sobre viagem no tempo e que, com a ajuda do Estranho e de Claudia Tiedemann, constrói um dispositivo que na verdade é o que cria o buraco de minhoca que permite as viagens no tempo.

Resumo da 1ª temporada de Dark

 

Essa imagem ajuda a entender melhor:

Mapa de famílias em Dark

 

Tá, mas o que acontece mesmo na 1ª temporada de Dark?

 

Muita coisa! Mas vamos tentar nos ater apenas ao essencial. Em primeiro lugar vamos falar de um personagem que ainda não apareceu aqui: Noah, uma espécie de padre que quer rearranjar a história da humanidade e acha que está fazendo o bem. Ele teve por muitos anos como seu ajudante Helge Doppler (sim, o filho do fundador da usina) para conseguir crianças e usar como uma espécie de “bateria”. Na cabeça de Noah ele está fazendo o bem e sua arqui-inimiga é Claudia Tiedemann (que na verdade é quem quer resolver os paranauês causados meio que por causa dela).

Jonas, após saber que seu pai era o desaparecido Mikkel, tenta voltar no tempo para trazê-lo de volta. Mas o Estranho (o Jonas do futuro) faz com que ele mude de ideia, já que isso iria fazer com que ele (Jonas) nunca tivesse nascido.

Ulrich pira com o desaparecimento do filho Mikkel, até porque isso lhe traz lembranças de quando Mads (irmão) sumiu. Em determinado ponto aparece o corpo de um garoto, que todo mundo acha ser Mikkel, mas que Ulrich descobre ser de Mads. Ele termina o caso com Hannah e viaja para 1953 para tentar matar Helge, que ele descobre estar envolvido no desaparecimento dos garotos. Só que ele falha, deixa Helge ainda mais vulnerável a Noah e é preso por Egon Tiedemann (pai de Claudia) pela morte de dois garotos encontrados na construção da usina – dois que desapareceram em 2019. Nos arquivos policiais, Charlotte Doppler descobre uma foto da prisão de Ulrich e começa a acreditar nas teorias de viagem do tempo de seu avô H.G. Tannhaus. Egon também é o policial que fica responsável pelo caso de Mikkel quando ele aparece em 1986.

Resumo da 1a temporada de Dark

Outra coisa que é relevante para a história: Hannah, que tinha um caso com Ulrich, diz para a esposa dele (Katharina) que quem terminou tudo foi ela. Na verdade a treta dela com o casal já existe desde 1986, quando ela viu os dois juntos e acusou Ulrich de ter estuprado Katharina – ela tinha um crush no Ulrich desde lá. Só que o telefone sem fio foi tão grande que o casal achou que quem tinha inventado essa história tinha sido Regina, de quem Katharina é inimiga até hoje. Lembrando que a filha de Katharina, Martha, é namorada do filho de Regina, Barthoz. Paralelamente, Hannah tenta manipular Aleksander, diretor da usina, pra ferrar com a vida de Ulrich. Ela faz isso porque Aleksander também tem algum segredo, já que a Hannah de 1986 o viu escondendo o passaporte e assumindo uma nova identidade.

Agora, Noah tenta atrair Bartosz Tiedemann para ser seu novo cúmplice, o que deixa tudo ainda mais poético, já que o garoto é neto de sua rival, Claudia Tiedemann. A temporada acaba com Jonas sendo transportado para um mundo pós-apocalíptico em 2052.

Resumo da 1ª temporada de Dark
 

Imagens: Julia Terjung / Netflix

Compartilhe: