Os 10 Melhores filmes de Martin Scorsese

    Os melhores filmes de Martin Scorsese

    Escolher os melhores filmes de Martin Scorsese não é tarefa fácil. Com mais de 50 anos e 64 títulos dirigidos por ele, entre longa-metragens, documentários e curtas, Scorsese deixou a sua marca no cinema a partir dos anos 1970, com filmes caracterizados por protagonistas classificados como “homens difíceis”, que hoje estão um tanto datados, evoluindo para os filmes de máfia e até para produções mais próximas dos padrões do Oscar.

    Recentemente ele até comprou uma briga meio que sem querer com o fandom da Marvel ao dizer que “as produções da Marvel não podem ser consideradas cinema”. Em um artigo melhor elaborado no New York Times, ele defendeu seu ponto de vista apontando a falta de originalidade das produções tão interessadas em vender, que pecam na parte de oferecer algo novo, de envolver e de surpreender o espectador.

    Independentemente de que lado que você esteja nesta discussão, Scorsese tem uma inegável contribuição para a história do cinema. Prova disso são os filmes que listamos a seguir. Selecionar apenas 10 filmes não é tarefa fácil, mas reunindo opiniões de público, crítica e, claro, a nossa, este é o resultado:

    10. Ilha do Medo (2010)

    Um dos preferidos da geração atual é este thriller psicológico protagonizado por Leonardo DiCaprio. Ambientado na década de 1950, um policial investiga o desaparecimento de um paciente de uma instituição psiquiátrica. Lá ele precisa enfrentar seus próprios demônios e o trauma da morte de sua esposa. Além de DiCaprio, o elenco conta com nomes como Mark Ruffalo, Michelle Williams, Ben Kingsley e Max von Sydow. Infelizmente Ilha do Medo foi ofuscado por outra produção estrelada por Leo Di Caprio no mesmo ano, A Origem, de Christopher Nolan, e acabou sendo esquecido na temporada de premiações, apesar de se manter um ótimo filme até hoje.

    Melhores filmes de Martin Scorsese: Ilha do Medo

    9. O Rei da Comédia (1982)

    Esta comédia dramática é provavelmente uma das principais inspirações para o filme do Coringa, que vocês tanto gostam. Na história, Robert De Niro é Rupert Pupkin, um aspirante a comediante frustrado que sonha em conhecer seu ídolo: o comediante e apresentador de talk show Jerry Langford (Jerry Lewis). Com sérios problemas em compreender a realidade e uma quase esquizofrenia, a obsessão de Rupert e sua frustração em não ter a atenção do ídolo levam-no a um sequestro de Langford.

    Leia também: 7 referências para o filme do Coringa

    Robert De Niro em O Rei da Comédia

    8. A Última Tentação de Cristo (1988)

    Este filme bíblico, pero no mucho, era um sonho antigo do diretor, que sentou no roteiro com seu advogado por cinco anos, ponderando se o público estaria pronto para ele. Adaptado do livro de Nikos Kazantzakis, A Última Tentação de Cristo mostra um Jesus muito mais humano do que divino. Quando seu destino se aproxima do final que todos nós já conhecemos, ele se vê desejando ter a vida de um homem normal, como apenas um carpinteiro que forma sua família. Não é à toa que o filme ainda causa muita controversa nos dias de hoje entre os mais conservadores. Mas né? Se com Jesus não se brinca quem vai empurrar o balanço pro coitado? Scorsese foi indicado pela segunda vez ao Oscar de Melhor Diretor por este filme.

    Willem Dafoe em A Última Tentação de Cristo

    7. Cassino (1995)

    A dupla Robert De Niro e Joe Pesci se reúne em uma nova produção envolvendo a máfia, cinco anos após Os bons companheiros. Desta vez eles estão acompanhados por Sharon Stone, provavelmente a maior beldade do cinema na época. Em uma história que envolve mentira, ganância e disputas de poder entre dois amigos, Scorsese entrega o lado mais glamuroso e também o mais sujo da indústria de cassinos de Las Vegas. Sharon Stone chegou a ser indicada a Melhor Atriz pelo papel.

    Melhores filmes de Martin Scorsese: Cassino

    6. Touro Indomável (1980)

    A agressividade do boxeador Jake LaMotta pode ser muito útil para derrotar seu oponente no ringue, o problema é que ela também é empregada na sua vida pessoal, com seus familiares, tornando-o uma constante bomba-relógio. O papel de protagonista rendeu a Robert De Niro o Oscar de Melhor Ator. Além deste, o filme ganhou o prêmio de Melhor Montagem. Ah, e Joe Pesci estava no elenco deste aqui também.

    Leia também: As 12 maiores injustiças do Oscar

    Robert De Niro em Touro Indomável

    5. Taxi Driver (1976)

    Um pouco antes de Touro Indomável, De Niro estrelava outro filme de Scorsese como um homem problemático. Neste aqui um veterano do Vietnã com problemas para dormir decide trabalhar como taxista à noite. Sua mente é um terreno fértil de ideias perigosas, o que não é nada bom quando ele se torna obcecado por uma funcionária de campanha eleitoral. Apesar da ótima ambientação de uma Nova York imunda, hoje é perceptível que a mensagem do filme envelheceu mal. De qualquer forma, ainda é uma das produções mais aclamadas do diretor.

    Robert De Niro em Taxi Driver

    4. Os Infiltrados (2006)

    O filme que fez o mundo cinéfilo respirar aliviado por dar seu primeiro Oscar de direção a Scorsese pode não ser o melhor do diretor, mas nem por isso deve ser negligenciado. Adaptado do filme Conflitos Internos, feito em Hong Kong, a roupagem americana foca na máfia irlandesa em Nova York e as dimensões que ela toma, inclusive dentro da polícia. O elenco conta com nomes como Leonardo DiCaprio, Jack Nicholson, Matt Damon, Vera Farmiga, Mark Wahlberg e Martin Sheen. No total a produção recebeu quatro Oscars: Melhor Filme, Melhor Direção, Melhor Roteiro Adaptado e Melhor Montagem.

    Melhores filmes de Martin Scorsese: Os Infiltrados

    3. O Lobo de Wall Street (2013)

    Esta cinebiografia de Jordan Belfort, um magnata de Wall Street tem todos os motivos para estar entre os melhores filmes do diretor: um roteiro afiado, produção ambiciosa, um elenco mais do que competente e, além de tudo, serve muito bem como entretenimento. Os absurdos da vida de Belfort foram muito bem contados e editados, dando um tom cômico à trama (melhor até do que o livro no qual o filme é inspirado). Muita coisa errada aconteceu no Oscar daquele ano pra este filme sair de mãos vazias, mas isso não tira nem um pouco o brilho desta fantástica produção.

    Leonardo DiCaprio em O Lobo de Wall Street

    2. Os Bons Companheiros (1990)

    Algo muito errado também aconteceu neste ano para que Os Bons Companheiros perdesse as estatuetas de Melhor Filme, Direção e Roteiro para Dança com lobos (dança com quem? Exato). O único reconhecimento deste clássico de máfia que ofuscou até O Poderoso Chefão III (o que não é muito difícil) foi na categoria de Melhor Ator Coadjuvante, premiando Joe Pesci. Ele, De Niro (de novo, acho que eles tinham um combo de contratação na época) e Ray Liotta formam o trio central de uma trama que mergulha fundo na jornada de ascensão dentro da máfia e tudo o que você deve abrir mão se quiser ser grande, ou pelo menos continuar vivo.

    Melhores filmes de Martin Scorsese: Os bons companheiros

    1. O Irlandês (2019)

    Um dos filmes mais aguardados do ano marca a volta de Scorsese aos temas de máfia e o re-encontro com seus amigos mafiosos Robert De Niro e Joe Pesci, com a adição ilustre de Al Pacino. É o filme do diretor com maior nota de público e de crítica no IMDb, apesar de todos os narizes torcidos pelo seu lançamento em streaming em vez do modelo tradicional (embora ele tenha sido exibido em algumas salas de cinema). Mais do que uma reunião de velhos amigos mafiosos e a reunião dos dois “Poderosos Chefões”, busca resgatar a complexidade dos roteiros cinematográficos, tão negligenciada em tempos das mega sagas da Marvel que Scorsese tanto lamenta.

    Leia também: Afinal, filmes de super-herói estão acabando com o cinema?

    Joe Pesci e Robert De Niro em O Irlandês

    Imagens: © 2009 Paramount Pictures / © 20thCentFox / Sunset Boulevard / © 1995 Universal Pictures / United Artists / © Columbia Pictures / © 2006 Warner Bros. Entertainment Inc. / Mary Cybulski – © 2013 Paramount Pictures / © 1990 Warner Bros. Entertainment Inc. / Netflix

    Compartilhe: